No sábado e domingo, entre 7h30 e 18h, o processo de demolição do..." /> Demolição do Ginásio da Brigada Militar será retomada no fim de semana - Portal Meu Bairro


Publicado em 30 de julho de 2019 | Por Redação Meu Bairro

Demolição do Ginásio da Brigada Militar será retomada no fim de semana

No sábado e domingo, entre 7h30 e 18h, o processo de demolição do Ginásio da Brigada Militar vai ser continuado pela empresa Remov. A proprietária do local ainda não informou o que será construído no espaço. 

Em função disso o transporte ficará modificado neste período. A Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) irá bloquear duas faixas de circulação na Rua Silva Só, no trecho entre a avenida Ipiranga e a rua Felipe de Oliveira, sentido Sul-Norte.

A previsão é de que uma faixa para deslocamento de pedestres e ciclistas seja mantida. A circulação dos veículos será possível na faixa junto ao canteiro central da via. As ruas João Guimarães e Lucas de Oliveira poderão ser alternativa aos motoristas no deslocamento pela região. 

O Ginásio da Brigada Militar será destruído depois de 55 anos de sua inauguração feita pelo então governador Ildo Meneghetti.

 

 

 

 

 


Sobre o autor

é composta por por cinco profissionais de comunicação. Formados em jornalismo e relações públicas, produzem matérias referentes a zona Sul de Porto Alegre e também de interesse desse público. Contato com a editora, Letícia Mellos. Jornalista formada pela Unijuí - RS



2 Responses to Demolição do Ginásio da Brigada Militar será retomada no fim de semana

  1. Antonio Carlos Oliveira says:

    Olá!
    A Verdi construções não sabe o que vai fazer na área do ginásio da brigada militar. Na minha opinião a empresa deveria buscar parceria com outras incorporadoras. Não vejo capacidade técnica na empresa para construir um projeto grandioso nesta nobre área.É uma área estratégica em localização, sem limitações de altura e que pode receber um projeto arquitetônico ícone de destaque no Brasil.

  2. Antonio Carlos Oliveira says:

    Olá!
    Espero que a Verdi construções faça parceria com outras incorporadoras porque não vejo capacidade técnica na empresa para construir um projeto grandioso nesta nobre área.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Volta para o início ↑