fbpx


Publicado em 22 de julho de 2019 | Por Redação Meu Bairro

Justiça suspende terceirização de Postos de Saúde em Porto Alegre

Foi concedido hoje à tarde pelo Tribunal de Justiça uma liminar suspendendo o processo de terceirização da gestão postos do Bom Jesus e Lomba do Pinheiro. A decisão atende um pedido feito pelo Sindicato dos Municipários de Porto Alegre (Simpa).

O Sindicato comemorou hoje à tarde o que chamou de “uma vitória da luta organizada pelo Simpa, junto com os trabalhadores da saúde, a comunidade e o Conselho, em defesa do SUS e contra as terceirizações.”, disse em nota.

A transparência e a otimização dos recursos públicos estão entre os benefícios que, segundo a prefeitura de Porto Alegre, a terceirização da gestão na saúde deverá garantir à Capital. De acordo com a Prefeitura, com o terceirização, o número de leitos e o atendimento será melhorado e ampliado nos postos.

O Sindicato dos Médicos do Rio Grande do Sul também se diz preocupado com a situação. “Temos alertado que a solução por meio da terceirização cria apenas uma ilusão de melhoria nas unidades de saúde. No longo prazo, a tendência histórica das terceirizações é a deterioração da gestão com prejuízo para os atendimentos, com aumento na desassistência”, afirma Marcelo Matias, presidente do Simers.

A Prefeitura ainda não se manifestou sobre a decisão.

 


Sobre o autor

é composta por por cinco profissionais de comunicação. Formados em jornalismo e relações públicas, produzem matérias referentes a zona Sul de Porto Alegre e também de interesse desse público. Contato com a editora, Letícia Mellos. Jornalista formada pela Unijuí - RS



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Volta para o início ↑