A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) realizou nesta manhã uma ope..." /> SMS aplica inseticida em ruas da Zona Leste para conter crescimento da Dengue - Portal Meu Bairro


Publicado em 17 de junho de 2019 | Por Redação Meu Bairro

SMS aplica inseticida em ruas da Zona Leste para conter crescimento da Dengue

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) realizou nesta manhã uma operação para aplicar inseticida em ruas da divisa dos bairros Bom Jesus e Jardim Carvalho, na zona Leste da cidade, por confirmação de casos de dengue na região.

A médica veterinária Rosa Maria Carvalho, coordenou a ação em campo e destacou que o bairro Bom Jesus confirmou até o momento cinco casos de dengue (três até o dia 8, dois na semana passada), e que já houve transmissão de vírus da dengue na região em 2013.

A técnica enfatiza a importância de a comunidade revisar pátios e eliminar focos de água parada, diminuindo a infestação vetorial, e de pessoas que já tiveram dengue adotarem medidas de proteção efetivas, como uso de roupas com pernas e mangas compridas, uso de repelente corporal e elétrico se possível. “Diante de sintomas compatíveis, procurem atendimento de saúde o mais rápido possível”, destaca. Entre os sintomas, destaque para febre acompanhada por um ou mais sintomas como dores no corpo, dor atrás dos olhos, dor de cabeça, náuseas e vômitos.

Porto Alegre já tem 360 casos de Dengue confirmados. O bairro com maior número de casos confirmados é o Santa Rosa de Lima, onde 294 pessoas foram infectadas. Outros bairros com confirmação de casos autóctones foram Jardim Lindoia (14), Jardim Floresta (13), Sarandi (6), Rubem Berta (5), Bom Jesus (3) e Floresta (3), além de Cristo Redentor, Sétimo Céu, São Sebastião, Jardim Leopoldina, Jardim Carvalho, Vila Ipiranga e Jardim São Pedro, que tiveram um caso cada.


Sobre o autor

é composta por por cinco profissionais de comunicação. Formados em jornalismo e relações públicas, produzem matérias referentes a zona Sul de Porto Alegre e também de interesse desse público. Contato com a editora, Letícia Mellos. Jornalista formada pela Unijuí - RS



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Volta para o início ↑