fbpx


Dengue

Publicado em 3 de maio de 2018 | Por Redação Meu Bairro

0

Caso importado de dengue motiva aplicação de inseticida

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS), por meio da Coordenadoria Geral de Vigilância em Saúde (CGVS) realizará nesta sexta-feira, 4, a partir das 9h30, operação de aplicação de inseticida em trechos de sete ruas do bairro Rubem Berta. A ação decorre da confirmação de um caso importado de dengue que passou o período de viremia (enquanto há presença do vírus da doença no sangue) na região. O local provável da infecção é o Centro-Oeste do país.

Serão pulverizados com deltametrina os seguintes trechos de ruas:
Trecho da rua Wilson Santa Ana Vieira, entre a rua Procópio Ferreira e a rua Vicente Celestino
Trecho da rua Vicente Celestino entre avenida Maurício Seligman e rua Moroti Baldvin Michel
Trav. Nilva Garrido entre a rua Vicente Celestino e rua Amália Aveiro
Rua Ovídio de Moraes Leal entre a rua Vicente Celestino e rua Amália Aveiro
Trecho da rua Amália Aveiro entre avenida Maurício Seligman e trav. Nilva Garrido
Lado Oeste da rua Edmundo Artur Lamb
Lado Oeste da rua Moroti Baldvin Michel, próximo à esquina com rua Vicente Celestino

De acordo com dados da Equipe de Vigilância de Doenças Transmissíveis da CGVS/SMS, até a Semana Epidemiológica 16 (que se encerra em 21 de abril), foram notificados 89 casos suspeitos de dengue na cidade, dos quais 2 importados foram confirmados, 85 foram descartados e 2 continuam em investigação. No mesmo período, foram notificados 16 casos suspeitos de Zika, todos descartados, em moradores de Porto Alegre. Em relação à Chikungunya, foram notificados 15 casos suspeitos, moradores de Porto Alegre, dos quais 14 já estão descartados e 1 segue em investigação.

Em 2017, foi confirmado um caso de dengue em pessoa residente de Porto Alegre.


Sobre o autor

é composta por por cinco profissionais de comunicação. Formados em jornalismo e relações públicas, produzem matérias referentes a zona Sul de Porto Alegre e também de interesse desse público. Contato com a editora, Letícia Mellos. Jornalista formada pela Unijuí - RS



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Volta para o início ↑