fbpx


Publicado em 3 de maio de 2019 | Por Redação Meu Bairro

Aedes Aegypti já é o mosquito com maior incidência em Porto Alegre

Com o crescente número de casos de Dengue na Capital muitos moradores estão preocupados e mobilizados para conter o crescimento da doença. Nossa redação hoje à tarde conversou com a assessoria de imprensa da Coordenadoria de Vigilância em Saúde (CGVS) da capital para saber como auxiliar na divulgação de medidas efetivas no controle da doença.

O último levantamento computa os resultados coletados até o dia 27 de abril, final da semana epidemiológica 17. Do total de casos, oito são importados e 122 foram contraídos em nossa cidade. A maioria desses, no bairro Santa Rosa de Lima: são 108 pacientes. Outros 12 são moradores do Jardim Floresta e houve duas confirmações em pacientes do bairro Floresta. Uma pessoa apresenta quadro de Dengue grave (até 2014 chamado Dengue hemorrágica) e está internada no Hospital Nossa Senhora da Conceição, em estado estável. Há 80 notificações em investigação, aguardando resultados laboratoriais.

Uma das questões levantadas pela CGVS é que, com a aproximação das chuvas, a probabilidade de proliferação de mosquitos é ainda maior. Até mesmo a quantidade de água parada em uma tampa de garrafa é o bastante que a fêmea do Aedes Aegypti coloque seus ovos. Por isso, com o fim de semana se aproximando e com chuva prevista para os dois dias, a indicação é de não deixar, em hipótese alguma, água parada nos pátios. Principalmente nos pequenos reservatórios como vasos de planta, piscinas infantis e pneus.

Outro fato importante é que o Aedes Aegypti já está habituado e é o mosquito com maior incidência em Porto Alegre. A diferença, este ano, é que um morador pegou Dengue em outro lugar e veio infectado para cá. Uma fêmea do Aedes Aegyti o picou e desde então começaram a se proliferar os casos de Dengue.

Na segunda-feira a CGVS deve lançar um novo levantamento dos casos de Dengue.


Sobre o autor

é composta por por cinco profissionais de comunicação. Formados em jornalismo e relações públicas, produzem matérias referentes a zona Sul de Porto Alegre e também de interesse desse público. Contato com a editora, Letícia Mellos. Jornalista formada pela Unijuí - RS



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Volta para o início ↑