fbpx


Publicado em 25 de julho de 2019 | Por Redação Meu Bairro

Crescem casos de transmissão de Hepatite em Porto Alegre

7,6 mil pessoas foram diagnosticadas com hepatite A, B ou C no ano passado, um número 14,4% maior em relação a 2017 no Estado. Entre os tipos, o com maior registro no Estado é o C, que teve mais de 5,8 mil novos casos ano passado. Contudo, o que teve o maior aumento foi o tipo A, com mais de 2,5 vezes o número de casos que em relação ao ano anterior.

Para o combate à doença, a Secretaria da Saúde destaca as principais medidas de prevenção, como o uso de preservativos em relações sexuais e outros hábitos de higiene, assim como o incentivo ao teste rápido nas Unidades Básicas de Saúde.

As hepatites virais são doenças infecciosas que afetam o fígado. Elas não costumam apresentar sintomas, mas, quando esses aparecem, os mais comuns são cansaço, febre, mal-estar, tontura, enjoo, vômitos, dor abdominal, pele e olhos amarelados, urina escura e fezes claras.

De acordo com a  análise do perfil epidemiológico das hepatites virais, em conjunto com o HIV/Aids, Porto Alegre está entre os municípios com maior risco no Rio Grande do Sul.

 

 


Sobre o autor

é composta por por cinco profissionais de comunicação. Formados em jornalismo e relações públicas, produzem matérias referentes a zona Sul de Porto Alegre e também de interesse desse público. Contato com a editora, Letícia Mellos. Jornalista formada pela Unijuí - RS



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Volta para o início ↑