fbpx


Publicado em 12 de julho de 2019 | Por Redação Meu Bairro

Vereador perde mandato na Câmara por infidelidade partidária

A Corte do TRE-RS determinou a cassação do mandato do vereador de Porto Alegre, Nelcir Tessaro. A decisão aconteceu na sessão plenária desta quinta-feira, 11. Tessaro foi enquadrado na Resolução TSE n. 22.610/07, que coíbe a chamada infidelidade partidária.

Ele concorreu à Câmara Municipal em 2016 pelo Partido Social Democrático (PSD) e recebeu 2.447 votos, ficando em segundo suplente. Em 2018, porém, desfiliou-se do PSD e, posteriormente, filiou-se ao Democratas (DEM). Tessaro assumiu o cargo parlamentar após a eleição, no mesmo ano, do então vereador Thiago Duarte para o cargo de deputado estadual e o falecimento do vereador Tarciso “Flecha Negra”, também no ano passado.

Segundo o TRE, não há, nos autos, demonstração de justa causa para a desfiliação. Para o Tribunal, nesse caso, o cargo pertence ao partido e não ao político. A Corte julgou procedente o pedido, por unanimidade, decretando a perda do mandato eletivo de Nelcir Tessaro, nos termos do voto do relator. A decisão deve ser comunicada à Mesa da Câmara Municipal de Porto Alegre, para o devido cumprimento, devendo assumir a respectiva cadeira a primeira suplente do PSD, Cláudia Vieira de Araújo. O vereador pode recorrer da decisão ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).


Sobre o autor

é composta por por cinco profissionais de comunicação. Formados em jornalismo e relações públicas, produzem matérias referentes a zona Sul de Porto Alegre e também de interesse desse público. Contato com a editora, Letícia Mellos. Jornalista formada pela Unijuí - RS



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Volta para o início ↑