fbpx


Publicado em 28 de junho de 2019 | Por Redação Meu Bairro

Audiência sobre “Mina Guaíba” reúne mais de mil pessoas 

Mais de mil pessoas participaram, nesta quinta-feira, 27, de audiência pública em Eldorado do Sul, promovida pela Fepam, que debateu o licenciamento do projeto Mina Guaíba. A recomendação pela realização do evento foi dos Ministérios Públicos Estadual e Federal, que vêm acompanhando a questão. Foi a segunda audiência realizada sobre o projeto.

A promotora do Meio Ambiente de Porto Alegre, Ana Maria Moreira Marchesan participou do encontro. Para ela a polêmica na mineração de carvão revela divisão da sociedade e muitos aspectos a serem esclarecidos. A promotora ressaltou na audiência que durante os debates foram feitos diversos pedidos de audiência pública em Porto Alegre, uma das cidades que pode ser impactada pela mina.

Presente à audiência a empresa Copelmi Mineração, responsável pelo projeto, defendeu o avanço do empreendimento, garantindo a sua segurança, e apontou possíveis benefícios à economia do Estado, ambientalistas posicionaram-se contra a iniciativa por possíveis riscos à natureza. Os participantes compareceram exibindo cartazes, faixas e camisetas com mensagens favoráveis ou contrárias à iniciativa. A discussão pública faz parte do processo exigido para concessão da licença prévia para a mina, que seria a maior do Brasil. O procurador da República Pedro Nicolau Sacco também participou da audiência, mediada pelo diretor-técnico da Fepam, Renato Chagas.

ENTENDA O CASO

A Copelmi Mineração tenta, desde 2014, a licença da Fepam para instalação de uma mina de carvão em Charqueadas e Eldorado do Sul, na Região Metropolitana.O projeto de exploração carbonífera na área é criticado por ambientalistas por se localizar próximo ao Delta do Rio Jacuí, além de envolver desvios em cursos d’água e possíveis impactos na fauna e na flora.A Copelmi afirma que a visão do carvão como elemento poluente é ultrapassada e que novas tecnologias garantem a segurança do empreendimento.O projeto não prevê formação de barragem, como as da Vale em Mariana e Brumadinho (MG).


Sobre o autor

é composta por por cinco profissionais de comunicação. Formados em jornalismo e relações públicas, produzem matérias referentes a zona Sul de Porto Alegre e também de interesse desse público. Contato com a editora, Letícia Mellos. Jornalista formada pela Unijuí - RS



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Volta para o início ↑