fbpx


Publicado em 26 de julho de 2019 | Por Redação Meu Bairro

Hemocentro pede doações de sangue tipos O positivo e negativo

O Hemocentro de Porto Alegre está precisando urgentemente doações de sangue, principalmente dos tipos O positivo e O negativo. As doações podem ser feitas de segunda a sexta-feira das 8 às 18 horas, na Avenida Bento Gonçalves, 3.722, bairro Partenon.

Para doar, é preciso ter entre 16 e 69 anos, estar em boas condições de saúde e mais que 50 quilos. Ao todo, o Hemocentro é responsável pelo fornecimento de sangue e outros componentes para 40 hospitais de Porto Alegre, Região Metropolitana e Litoral Norte. Na Capital, o serviço atende o Hospital de Pronto Socorro (HPS), Hospital Materno Infantil Presidente Vargas, Hospital Independência, Hospital Santa Ana e Hospital da Restinga Extremo-Sul.

O que é preciso para doar?
– Estar em boas condições de saúde;
– Apresentar documento oficial de identidade com foto;
– Ter idade entre 16 e 69 anos, sendo que os candidatos a doadores com menos de 18 anos deverão estar acompanhados pelos pais ou por responsável legal;
– Pesar no mínimo 50kg com desconto de vestimentas;
– O limite de idade para a primeira doação é de 60 anos;
– Não estar em jejum e evitar alimentação gordurosa;
– Ter dormido pelo menos 6 horas antes da doação;
– Não ter ingerido bebidas alcoólicas nas 12 horas anteriores à doação;
– Não fumar pelo menos duas horas antes da doação.

Quais os impedimentos temporários?
– Gripe ou febre;
– Gestantes ou mães que amamentam bebês com menos de 12 meses;
– Até 90 dias após aborto ou parto normal e até 180 dias após cesariana;
– Tatuagem ou acupuntura nos últimos 12 meses;
– Exposição à situação de risco para a Aids (múltiplos parceiros sexuais, ter parceiros usuários de drogas);
– Herpes labial.

Outros critérios que impedem a doação serão verificados por ocasião da entrevista de triagem.

 


Sobre o autor

é composta por por cinco profissionais de comunicação. Formados em jornalismo e relações públicas, produzem matérias referentes a zona Sul de Porto Alegre e também de interesse desse público. Contato com a editora, Letícia Mellos. Jornalista formada pela Unijuí - RS



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Volta para o início ↑