Milhares de fiéis vieram ao bairro Camaquã para, mais uma vez, dem..." /> No Camaquã, milhares de devotos na romaria à Desatadora de Nós - Portal Meu Bairro


Comunidade

Publicado em 2 de dezembro de 2013 | Por Redação Meu Bairro

No Camaquã, milhares de devotos na romaria à Desatadora de Nós

Milhares de fiéis vieram ao bairro Camaquã para, mais uma vez, demonstraram uma grande fé na Nossa Senhora Desatadora de Nós. A já tradicional romaria foi realizada no domingo na Igreja São Vicente Mártir e teve início às 9h, quando a procissão partiu da Igreja Nossa Senhora das Graças. Desde 2005, sempre no primeiro domingo de dezembro, os devotos se reúnem para esta manifestação de fé.

Padre Jaime conduziu a sua primeira romaria à Desatadora de Nós

O novo pároco da Paróquia São Vicente Mártir, Pe. Jaime Caspary, lembrou que a Nossa Senhora Desatadora dos Nós é a devoção mariana do Papa Francisco, que a trouxe para a Argentina, quando era Arcebispo de Buenos Aires. Já o Pe. Sérgio Belmonte, que agora comanda a igreja da Tristeza, lembrou a história da devoção na Zona Sul. “Em 2005, iniciamos com uma tímida peregrinação. Hoje, somos uma multidão”. Em sua pregação, ele afirmou que quem obedece a Palavra de Deus, colhe os frutos dessa fidelidade. “Nossa Senhora é um imã que atrai as pessoas. Ela vai nos ajudar a reconquistar tantas pessoas que se afastara, da vivência da fé e da Igreja”.

Padre interagiu com os devotos

Durante a missa Padre Belmonte provocou a todos os fiéis a utilizarem o telefone celular. Pe. Sérgio pediu, durante a homilia, que as pessoas fizessem uma ligação para um amigo ou familiar, para dizer que estavam na romaria e estavam rezando por elas. O gesto foi repetido pelos fiéis e pelas autoridades. Depois, convidou os casais para darem um beijo e renovar os compromissos matrimoniais e os demais fiéis para um grande abraço de celebração da reconciliação e da paz. Na tarde de domingo, a comunidade e os devotos vindos de vários bairros da cidade participaram de celebrações e bênção da saúde. A romaria encerrou às 18h, com a consagração das famílias e a coroação de Nossa Senhora.

Ciclistas também participaram

Neste ano, pela primeira vez, um grupo de ciclistas participou da procissão. Muitos levaram seus filhos na garupa da bicicleta. Na frente do grupo, foi levada uma faixa pedindo a proteção de Deus e paz no trânsito.


Sobre o autor

é composta por por cinco profissionais de comunicação. Formados em jornalismo e relações públicas, produzem matérias referentes a zona Sul de Porto Alegre e também de interesse desse público. Contato com a editora, Letícia Mellos. Jornalista formada pela Unijuí - RS



Volta para o início ↑