fbpx


Publicado em 22 de agosto de 2019 | Por Redação Meu Bairro

Cavalo “Malhado” é recolhido por maus-tratos e aguarda lar no abrigo da EPTC

A Equipe de Veículos de Tração Animal (EVTA) da EPTC, após denúncia via 118, recolheu um cavalo das ruas do Bairro Restinga nesta quinta-feira, 22. Ele estava abandonado em uma rua do e tem cerca cerca de cinco anos. apelidado de “Malhado” pelos agentes, já recebe tratamento adequado no Hospital Veterinário da UFRGS. Quando apresentar uma boa recuperação, será levado para o abrigo da zona sul, localizado na Estrada Chapéu do Sol nº 2.400, que conta atualmente com 28 animais, sendo 19 aptos para adoção ([email protected]). Malhado foi encontrado com visíveis sinais de maus-tratos, tendo inclusive uma grave infecção no órgão genital.

Thiago Oliveira, coordenador de operações de fiscalização da EPTC, acredita na plena recuperação do cavalo: “Claro que a avaliação da saúde do animal é dos veterinários. Esta parceria com a UFRGS, de muitos anos, é elogiável, com um ótimo atendimento no Hospital Veterinário. Acredito que ele ficará perfeitamente saudável. Infelizmente, os casos de maus-tratos de cavalos se repetem na cidade. Quem tem um cavalo, e serve também para outros animais, deve ter responsabilidade nos cuidados, em alimentação adequada, além do afeto, que também é muito importante”.

Os cavalos recolhidos por abandono, ou mesmo em razão de maus-tratos, após apresentarem recuperação, ficam soltos no campo, interagindo com os outros animais para resgatar o contato com a natureza. Se não forem resgatados pelos seus donos, entram no programa de adoção. O abrigo, na Zona Sul, fone 3266-8258, é aberto à visitação.

 

 

 


Sobre o autor

é composta por por cinco profissionais de comunicação. Formados em jornalismo e relações públicas, produzem matérias referentes a zona Sul de Porto Alegre e também de interesse desse público. Contato com a editora, Letícia Mellos. Jornalista formada pela Unijuí - RS



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Volta para o início ↑