Publieditorial Lobos ZS miniatura

Published on outubro 2nd, 2017 | by Redação Meu Bairro

2

Escolinha Lobos da ZS dá nova oportunidade para crianças

Uma bola e duas crianças  Não precisa muito mais que isso para a alegria tomar conta de um campinho. Além de ser uma mania nacional, o futebol é o sonho de uma vida melhor e também por ser um agente transformador. O exemplo vem aqui de Porto Alegre, na Zona Sul.

No bairro Camaquã, desde 2015, a equipe Lobos da Zona Sul, coordenada pelo professor Paulo Alves, coloca na rotina das crianças disciplina, treinamento, saúde e alegria. Eles se reúnem em treinos, participam de competições, ajudam a angariar fundos para manter a escolinha aberta. Para os pais, mais tranquilidade. Para a comunidade a certeza de que aquelas crianças estão se tornando cidadãos corretos com um futuro melhor.

 

“Antes eu dava aula em outras escolinhas e aos poucos eu fui vendo que teria que montar uma equipe do meu jeito. Em 2015 resolvi criar um novo projeto: o Lobos da Zona Sul.”, explica Paulo. Apaixonado por futebol desde pequeno, o professor lembra que enfrentou dificuldades no início da escolinha. As crianças ainda ficavam ressabiadas e não entendiam direito a filosofia de ter que apresentar os boletins com as notas para poder participar dos treinos. “Fomos conquistando eles e mostrando o que realmente a gente queria. Para participar da escolinha tem que estudar.”. Paulo explica que o primeiro objetivo é mostrar um caminho longe das drogas para as crianças. “Eu mostro para eles que se eles se envolverem com drogas eles não chegam a lugar nenhum. Cobramos disciplina, dedicação e comprometimento. Lá adiante eles vão usar isso aí, mesmo que não seja no futebol.”.

Participação dos pais 

Os pais são membros ativos na rotina da escolinha. “Quando tem um que está meio ruim em casa, eles -os pais-  falam comigo. Aí a gente começa a conversar, individualmente, para explicar porque eles -alunos- precisam estudar para pensar lá adiante.”, ensina. O professor explica que muitas crianças que estão treinando não tem mãe ou pai e que sentem muita pressão em casa. “Então eu sou aquela pessoa que está ali para dar um conselho, mas é difícil trabalhar com essa criançada.”. Hoje a Lobos da Zona Sul conta com 62 atletas, dos 7 aos 17 anos. Eles estão disputando o campeonato municipal nas categorias pré-mirim, mirim e infantil. “Meu primeiro objetivo é ajudar eles e depois eu quero preparar eles para a vida.”.

anuncie_anuncie-aqui-copy-4

Custeio

O campo onde a equipe treina é particular, o que aumenta o valor necessário para pagar as contas do clube. O valor é dividido entre os alunos que ajudam com o que puderem e em rifas organizadas para pagar uniformes ou a participação em torneios e campeonatos.

Esse ano o próximo passo para o Lobos da Zona Sul é preparar uma viagem ao litoral para as crianças. “Ano passado a gente levou eles à praia e esse ano queremos levar de novo.”. Paulo convida a todos que quiserem se tornar um padrinho da escola, ou apoiador, a participar. É só falar pelo WhatsAppp no número 99150-5674. “É muito difícil ser um jogador de futebol hoje em dia, mas com certeza eles vão ser cidadãos de bem.”, finaliza Paulo.

O ponto de vista de uma mãe

Cristiane Toigo leva seu filho de 7 anos para treinar na Lobos da Zona Sul. Ela conta que seu filho já jogava em outras escolinhas e que um dia decidiu levar ele na Lobos da Zona Sul. A mudança foi imediata. Em pouco tempo seu filho já começou a entender melhor as noções de disciplina. “O Paulo e o assistente dele se dedicam a todas as crianças da mesma forma, sem desigualdade racial ou social. Ensinam com o coração e colocam pra eles a importância da amizade no grupo, incentivam o estudo e o respeito.”, explica. Ela também salienta que o treinamento físico é sério e que as crianças se divertem. “Ele conta os dias. É muita empolgação quando o dia chega. Nunca tinha percebido esse amor que ele cultivou pelo futebol. Ele pergunta todos os dias: “Quantos dias faltam, mamãe, pra ir na escolinha?”.


About the Author

é composta por por cinco profissionais de comunicação. Formados em jornalismo e relações públicas, produzem matérias referentes a zona Sul de Porto Alegre e também de interesse desse público. Contato com a editora, Letícia Mellos. Jornalista formada pela Unijuí - RS



2 Responses to Escolinha Lobos da ZS dá nova oportunidade para crianças

  1. Pingback: Lobos da Zona Sul faz galeto para levar crianças carentes à praia - Portal Meu Bairro

  2. Pingback: Lobos da Zona Sul pede ajuda para seguir ajudando crianças carentes - Portal Meu Bairro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to Top ↑
  • Anúncio Google