fbpx


Ensino

Publicado em 16 de outubro de 2019 | Por Redação Meu Bairro

0

Simpa pede segurança após professora ser agredida em escola no Bom Jesus

Ontem, no Dia do Professor, mais uma professora da rede pública de ensino foi atacada em Porto Alegre. Hoje o Simpa (Sindicato dos Municipários de Porto Alegre) lançou uma nota acusando a falta de estrutura e apoio da Secretaria Municipal de Educação de Porto Alegre que, segundo o sindicato, “transformou episódios como esse em rotina, prejudicando a saúde física e emocional dos trabalhadores da educação e também o funcionamento da escola, que teve as aulas suspensas.”.

A agressão teria acontecido pela manhã quando a mãe de um aluno, que segundo testemunhas estava em um local proibido para pais, atacou a professora. O Simpa salienta que a escolha não contava com a presença da Guarda Municipal para orientar a utilização do espaço escolar.

Todos os envolvidos no caso foram levados à Delegacia para registro de Boletim de Ocorrência. A professora preferiu não representar contra a mãe. De acordo com o Simpa, a Guarda Municipal foi substituída por porteiros terceirizados, mas o serviço não foi renovado em 2019 e nenhuma ação foi encaminhada pela Secretaria. A Emef Nossa Senhora de Fátima atende 730 alunos.


Sobre o autor

é composta por por cinco profissionais de comunicação. Formados em jornalismo e relações públicas, produzem matérias referentes a zona Sul de Porto Alegre e também de interesse desse público. Contato com a editora, Letícia Mellos. Jornalista formada pela Unijuí - RS



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Volta para o início ↑