fbpx


Publicado em 7 de agosto de 2019 | Por Redação Meu Bairro

Rio Grande do Sul se espelha no Ceará para melhorar educação

O secretário de Planejamento e Gestão do Ceará, Mauro Benevides Filho, esteve hoje em Porto Alegre para o 1º Workshop RS/CE. O encontro serviu para que o Rio Grande do Sul estabeleça mudanças na rede pública de ensino a fim de atingir melhores resultados nos próximos anos.

O Estado ficou interessado em como o Ceará conseguiu premiar os municípios com uma fatia maior nos repasses do ICMS sempre que tiverem avanços nos indicadores do ensino. Hoje o estado nordestino está em primeiro lugar no ranking nacional da Educação Fundamental.

A estratégia de usar o rateio do ICMS como incentivo aos municípios para que invistam nos alunos matriculados nas séries iniciais, fazendo com que melhorem o desempenho escolar, dominou os debates durante a manhã. A mudança que o Ceará introduziu no critério de repasse do imposto estabeleceu percentuais para educação (18%), saúde (5%) e ambiente (2%), mantendo os demais 75% da cota pelo valor adicionado. “Mas não ficamos só no ICMS. Há toda uma permanente qualificação dos professores e dos métodos de ensino, e adotamos a meritocracia. O professor com melhores indicadores ganha 14º salário”, explicou Mauro Filho. Outra estratégia adotada foi priorizar o Ensino Fundamental (1º ao 9º Ano), mesmo sendo essa etapa de responsabilidade dos municípios o Estado do Ceará percebeu que o estudante, quando chegava ao Ensino Médio, vinha de base muito precária. Com o programa, batizado de Mais Paic (Programa de Aprendizagem na Idade Certa), o Ceará agora tem 82 das 100 melhores escolas públicas do país. Além disso, o Estado do Nordeste saltou da 12ª posição para a 4ª melhor no Ensino Médio. “Em dois anos, seremos líderes do Brasil também no Ensino Médio”, projetou o secretário.


Sobre o autor

é composta por por cinco profissionais de comunicação. Formados em jornalismo e relações públicas, produzem matérias referentes a zona Sul de Porto Alegre e também de interesse desse público. Contato com a editora, Letícia Mellos. Jornalista formada pela Unijuí - RS



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Volta para o início ↑