fbpx


Zona Sul

Publicado em 11 de fevereiro de 2019 | Por Redação Meu Bairro

0

Aumenta incidência de serpentes na Zona Sul de Porto Alegre

Nesta época de calor, a Equipe de Fauna Silvestre da Secretaria Municipal do Meio Ambiente e da Sustentabilidade (Smams) recebe diversas ligações com questionamentos sobre o aparecimento de serpentes, especialmente junto a  Zona Sul da Capital.  As espécies são de serpentes não peçonhenta, como as cobras verde (Philodryas olfersiie as dormideiras (Sibynomorphus ventrimaculatus). “A temperatura externa é essencial para as atividades desses animais, pois o calor da primavera e do verão esquenta os corpos das serpentes e elas saem a procura de alimento, como insetos, caracóis e até filhotes de ratos. Passado este período, elas retornam ao estágio de hibernação”, explica a bióloga Soraya Ribeiro.
Apesar de serem de espécies inofensivas, as serpentes são temidas pelas pessoas. Por integrarem a cadeia ecológica, são elementos cruciais para  o equilíbrio do ambiente, controlando a proliferação de outras espécies e servindo de alimento para outros animais. Para diminuir a possibilidade de ocorrência de serpentes nos pátios, a orientação da Smams é mantê-los sem entulhos e com a grama cortada.


Sobre o autor

é composta por por cinco profissionais de comunicação. Formados em jornalismo e relações públicas, produzem matérias referentes a zona Sul de Porto Alegre e também de interesse desse público. Contato com a editora, Letícia Mellos. Jornalista formada pela Unijuí - RS



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Volta para o início ↑