fbpx


Publicado em novembro 14th, 2018 | Por Redação Meu Bairro

Vai a júri filho acusado de matar e concretar o corpo da mãe no Bairro Mont’Serrat

Está marcado para a próxima segunda-feira, 19, às 9h30, o júri popular de Ricardo Jardim, acusado de matar a própria mãe, Vilma, de 74 anos, e concretar o corpo dentro de um armário, feito sob medida. As datas são incertas, mas os crimes teriam ocorrido entre abril e maio de 2015, no apartamento onde moravam, no Bairro Mont’Serrat, em Porto Alegre.

O réu irá responder por homicídio duplamente qualificado (motivo torpe e meio cruel), e os crimes conexos de ocultação de cadáver e posse de arma no interior de residência. Jardim teria confessado o assassinato à uma policial que fora ao local investigar a denúncia de que ele possuía o armamento. Quando do depoimento à Justiça, durante a instrução processual, manteve-se em silêncio.

O Ministério Público, responsável pela acusação, aponta que a motivação para o crime seria econômica, já que o réu estaria usufruindo do dinheiro que a vítima possuía em conta de banco fruto do seguro de vida do marido falecido.

A sentença de pronúncia – que manda o réu a júri popular, foi assinada pelo Juiz de Direito Maurício Ramires.


Sobre o autor

é composta por por cinco profissionais de comunicação. Formados em jornalismo e relações públicas, produzem matérias referentes a zona Sul de Porto Alegre e também de interesse desse público. Contato com a editora, Letícia Mellos. Jornalista formada pela Unijuí - RS



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Volta para o início ↑