fbpx


Trânsito

Publicado em junho 7th, 2018 | Por Redação Meu Bairro

0

Prefeitura contratará consultoria para decidir sobre a Carris

A Prefeitura anunciou hoje o Edital de Concorrência Pública para a contratação de uma consultoria que realizará diagnóstico e apresentará cenários de reestruturação da Companhia Carris Porto Alegrense – Carris. De acordo com a Prefeitura, caberá a essa empresa a estruturação de modelagem que contemple estudos de viabilidade econômico-financeira, jurídica, contábil e técnico-operacional relativos às atividades da Companhia, visando ao melhor aproveitamento dos recursos do acionista majoritário, Prefeitura de Porto Alegre.

“Hoje a empresa de ônibus administrada pelo poder público dá prejuízo. São milhões aportados pela prefeitura anualmente, que poderiam estar sendo investidos na saúde, educação, segurança, entre outras prioridades”, observou o prefeito. Marchezan questiona se é a melhor alternativa o serviço ser administrado pela máquina pública e se existem melhores possibilidades. “Estamos chamando uma empresa para analisar a contabilidade da Companhia e nos dizer o que pode ser melhor administrado, o que traz retorno e o que não traz, o seu valor e possíveis cenários para eliminar os prejuízos da companhia, e consequentemente, os aportes da prefeitura”, disse.

Projeto deve apresentar alternativa que não traga prejuízo à população

O processo de elaboração do edital de contratação da consultoria foi coordenado pelos secretários de Parcerias Estratégicas, Bruno Vanuzzi, e da Fazenda, Leonardo Busatto, com participação da equipe técnica da prefeitura. “Importante deixar claro que o pressuposto básico do trabalho é que não haverá prejuízo na prestação de serviços à população”, explicou Vanuzzi. “Do jeito que está, não pode ficar. A consultoria vai nos apontar cenários para buscarmos a mudança”, disse o secretário.

Diretora da Carris diz que a empresa já está fazendo corte

A diretora-presidente da Carris, Helen Machado, lembrou que estão sendo adotadas medidas para conter gastos e reduzir os constantes déficits que vêm sendo registrados desde 2011. “O balanço apresentou uma redução do prejuízo em R$ 31 milhões em 2017 em relação ao ano anterior. O número corresponde a um prejuízo 41,8% menor do que aquele apresentado em 2016 e reduziu a necessidade de aportes da prefeitura”, salientou. Contudo, os prejuízos acumulados desde 2011 atingem R$ 271,96 milhões.


Sobre o autor

é composta por por cinco profissionais de comunicação. Formados em jornalismo e relações públicas, produzem matérias referentes a zona Sul de Porto Alegre e também de interesse desse público. Contato com a editora, Letícia Mellos. Jornalista formada pela Unijuí - RS



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Volta para o início ↑