fbpx


Publicado em novembro 21st, 2018 | Por Redação Meu Bairro

Av. Cel. Marcos agora tem faixa reversível automatizada para horário de pico

Foi inaugurado ontem o trecho e início da operação da primeira faixa reversível automatizada da Capital e uma das primeiras do país. A ação foi coordenada pela Secretaria Municipal de Infraestrutura e Mobilidade Urbana (Smim) e Empresa Pública de Transporte de Circulação (EPTC) que ligou os equipamentos durante a tarde desta terça-feira, 20. A intenção é aumentar o fluxo de veículos na região das avenidas Cel. Marcos e Wenceslau Escobar. O tempo para deslocamento no trecho, que tem 1,8 km, deve reduzir em 50%. Com relação aos acidentes, a estimativa é que diminuam 25% em acidentes e feridos.

O fluxo de veículos será determinado pela sinalização indicada nos semáforos: uma seta vermelha indica a faixa liberada e um X indica que o fluxo está no sentido inverso. A previsão é organizar o fluxo conforme o movimento e avaliação da EPTC: duas faixas que vem da zona Sul durante a manhã e duas que retornam do Centro em direção à zona Sul do meio da tarde em diante. “Esse é o comportamento rotineiro do trânsito na região, mas é muito importante que os motoristas e pedestres estejam atentos e se familiarizem com a sinalização dos semáforos. Em qualquer situação atípica eles podem indicar outra configuração na mobilidade”, explica o diretor-presidente da EPTC, Marcelo Soletti.


Sobre o autor

é composta por por cinco profissionais de comunicação. Formados em jornalismo e relações públicas, produzem matérias referentes a zona Sul de Porto Alegre e também de interesse desse público. Contato com a editora, Letícia Mellos. Jornalista formada pela Unijuí - RS



One Response to Av. Cel. Marcos agora tem faixa reversível automatizada para horário de pico

  1. Carlos Adalberto Viécili says:

    Desculpem, com o devido respeito, mas acho que houve um engano ao informarem , no texto acima, que “uma seta vermelha” indica a faixa liberada. Não seria “uma seta verde” indica a faixa liberada ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Volta para o início ↑