fbpx


Publicado em 13 de maio de 2019 | Por Redação Meu Bairro

Homicídios caíram pela metade na Capital em abril

A Secretaria de Segurança Pública do Estado divulgou hoje números positivos sobre o número de homicídios na Capital. De acordo com os dados, os números caíram pela metade em relação ao mesmo mês no ano passado, de 58 para 29 (-50%), o menor total desde 2010, quando foram computadas 26 mortes. No balanço do primeiro quadrimestre de 2019, o cenário é semelhante. Houve queda de 45,2% frente aos 230 óbitos do mesmo período de 2018, totalizando neste ano 126 mortes – o menor número registrado na última década.

De janeiro a abril na Capital também diminuíram o número de ocorrências. As 109 registradas são o menor cômputo dos últimos 10 anos. Isolando o quarto mês de 2019, os 25 homicídios representaram retração de 49% sobre os 49 do período no ano anterior.

Gráfico com números de vítimas de homicídios no mês de abril em Porto Alegre
Vítimas de homicídios no mês de abril em Porto Alegre – Foto: SSP
Gráfico com números de vítimas de homicídios no 1º quadrimestre em Porto Alegre
Vítimas de homicídios no 1º quadrimestre em Porto Alegre – Foto: SSP

Na Capital, a queda percentual nos roubos com morte é ainda mais expressiva. Com oito casos de janeiro a abril de 2018 e dois no mesmo período deste ano, a baixa foi de 75%. Em abril de 2019, nenhum latrocínio foi registrado em Porto Alegre.

Na Capital, a redução dos roubos de veículos do início do ano até o fim de abril chegou a 41%. No período, também caíram em Porto Alegre os furtos de veículos (-4,9%), os furtos (-9,7%), os roubos (-9,4%) e os ataques a comércios (-26,3%). Houve alta nos furtos a banco, que passaram de dois para sete casos, e nos roubos a banco, de três para quatro ocorrências.

O quadrimestre inicial de 2019 também soma 19 roubos a usuários do transporte coletivo a mais do que em igual intervalo do ano passado na Capital. Esse resultado ainda reflete o maior peso da alta vista em março, quando na comparação com 2018 os casos passaram de 14 para 32. Em abril, com a inauguração da Delegacia Especializada de Repressão a Roubos em Transporte Coletivo (DRTC) e uma Operação Integrada Metropolitana do programa RS Seguro focada neste tipo de crime, os roubos a usuários de ônibus e lotações voltaram a ter total semelhante ao de 2018 – foram 27 casos no quarto mês do ano passado e 28 no deste ano. Outro indicativo da reversão em abril aparece nos roubos a profissionais do transporte coletivo, que caíram quase pela metade: de 99 para 52 casos na mesma forma de comparação.


Sobre o autor

é composta por por cinco profissionais de comunicação. Formados em jornalismo e relações públicas, produzem matérias referentes a zona Sul de Porto Alegre e também de interesse desse público. Contato com a editora, Letícia Mellos. Jornalista formada pela Unijuí - RS



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Volta para o início ↑