Eleições 2012 Meu Bairro.

Eleições 2012 - Segurança - Portal Meu Bairro



Notícias

Publicado em setembro 27th, 2012 | Por Redação Meu Bairro

Eleições 2012 – Segurança

Eleições 2012 Meu Bairro.

As perguntas foram feitas por moradores da Zona Sul de Porto Alegre e encaminhadas aos candidatos.

Cleo Setubal, morador do bairro Camaquã – Eu sei que a Brigada Militar é uma atribuição do Estado, mas a situação da segurança por aqui está complicada. Precisamos de mais policiais na Zona Sul. Tem gente sendo assaltada na saída dos bancos, quando está chegando de carro em casa de noite. Se você for reeleito prefeito, pensa em algum projeto para melhorar o policiamento na Capital?

Fortunati – Embora segurança pública seja uma atribuição legal dos estados. Nosso governo acredita que há investimentos que devem ser feitos para promover mais segurança para a população. Já substituímos 100% dos pontos de iluminação pública. Estamos implantando o videomonitoramento nas escolas da rede municipal, o cercamento eletrônico de parques e já está sendo construído o Centro Integrado de Comando (CEIC), que vai reunir as imagens de todas as câmeras da cidade, com o objetivo de acionar rapidamente serviços como o da SAMU e EPTC e Guarda Municipal, além disso, as imagens serão disponibilizadas também para Brigada Militar e Polícia Civil.

 

Elenice Telles, moradora do bairro Tristeza – Qual a sua proposta inovadora em termos de segurança para a Capital?

Robaina – A nossa prefeitura irá cobrar do governo do Estado o efetivo da Brigada Militar que deveria atuar em nossa cidade. Faltam 2.500 policiais militares em Porto Alegre. Vamos aumentar e valorizar o efetivo da qualificada Guarda Municipal e rediscutir suas funções, propiciando presença efetiva nos bairros com segurança comunitária cidadã. Porém a segurança pública não é apenas questão de policiamento ostensivo. É preciso mais investimento em educação e políticas públicas de esporte e lazer para a juventude. Precisamos incentivar a integração das políticas sociais para que a prevenção da violência esteja no foco da Prefeitura. Melhorar as condições de segurança nos espaços públicos, como iluminação de todos os logradouros da cidade.

Rogério Bertolli, morador do bairro Teresópolis – Segurança pública é uma atribuição do Estado e da União, mas é um tema muito importante para a sociedade. Nesse sentido, logo no primeiro ano de mandato, caso a senhora seja eleita, qual contribuição que a prefeitura pode dar?

Manuela – A responsabilidade pela segurança pública será também da prefeita. Com o Programa Chega Mais, manteremos as praças limpas e iluminadas, fazendo com que os espaços sejam permanentemente ocupados pelos cidadãos, afastando a criminalidade. Implantaremos em Porto Alegre a Operação Delegada, de São Paulo. Por meio de convênio entre prefeitura e Estado, compraremos horas de trabalho de brigadianos, reforçando a segurança da cidade com profissionais preparados para a atividade. Também criaremos a Central de Controle e Monitoramento, que integrará a ação da Brigada Militar, Polícia Civil e Guarda Municipal. Teremos um sistema de monitoramento integrado, garantindo ocercamento eletrônico da cidade.

Eduardo Kath Riberiro, morador do bairro Cavalhada – O problema está na insegurança. Como incentivar as pessoas a ocuparem espaços públicos (parques e praças) com o aumento de pessoas usando drogas e com a ausência de policiais? O seu projeto de governo tem planos para colocar equipamentos para atividade esportiva ou em outras áreas da cidade (exemplo na Orla do Guaíba)?
Villa – A primeira coisa a ser feita é assumir responsabilidades. No nosso projeto, o Prefeito deve liderar um plano municipal de enfrentamento a violência, combinando policiamento ostensivo e estabelecendo uma rede de monitoramento das zonas mais conflituosas da cidade. É incrível, mas hoje sabemos os locais, os horários e muitas vezes sabemos as motivações para os homicídios. Temos de agir, e parte destas ações devem ser orientadas para a prevenção: acesso ao lazer, a bens culturais são fundamentais nesse processo. Nosso Governo vai equipar os Parques da cidade com as academias a céu aberto para as quais o Governo Federal envia recursos e a cidade perde (temos o exemplo da Praça da Juventude na Bom Jesus); outro Projeto será a Ronda Escolar, que fará um trabalho preventivo nas escolas, além de atuar também na mediação dos conflitos, para que pequenas desavenças não se transformem em grandes problemas de Segurança Pública.

 


Sobre o autor

é composta por por cinco profissionais de comunicação. Formados em jornalismo e relações públicas, produzem matérias referentes a zona Sul de Porto Alegre e também de interesse desse público. Contato com a editora, Letícia Mellos. Jornalista formada pela Unijuí - RS



Volta para o início ↑