Com o prazo para o término da vacinação contra a gripe se aproxim..." /> Procura por vacina contra a gripe está abaixo do esperado - Portal Meu Bairro


Notícias

Publicado em maio 22nd, 2012 | Por Redação Meu Bairro

Procura por vacina contra a gripe está abaixo do esperado

Com o prazo para o término da vacinação contra a gripe se aproximando, a Secretaria de Saúde de Porto Alegre está preocupada com a pouca procura pela vacina nos postos de saúde. A vacinação, que termina nessa sexta-feira, 25, faz parte da campanha nacional de vacinação contra a gripe, iniciada em 5 de maio. A meta é imunizar, no mínimo, 80% dos idosos a partir de 60 anos, trabalhadores de saúde, crianças entre seis meses e menores de 2 anos, gestantes em qualquer fase da gravidez e indígenas. No entanto, até esta segunda-feira, 21, em Porto Alegre, haviam sido vacinados somente 73.099 idosos (34,5%), 8.041 crianças (28,72%), e 3.195 gestantes (22,82%)

O baixo índice de adesão à campanha este ano na Capital preocupa a Coordenadoria-Geral de Vigilância em Saúde (CGVS), principalmente com a chegada do inverno que promete ser muito rigoroso em 2012. “Alertamos para a importância da vacina, mesmo para os que já foram imunizados no ano passado, pois com o tempo ela perde a potência, sendo necessário o reforço anual”, explica Patrícia Couto Wiederkehr, chefe do Núcleo de Imunizações da CGVS.

Ela chama atenção para os riscos – especialmente com a proximidade do inverno – e lembra que 16 casos já foram notificados em 2012 em Santa Catarina. Entre estes, foram registrados dois óbitos no estado vizinho ao Rio Grande do Sul. As vítimas são uma menina de 2 anos e um homem de 52 anos.

Segurança – A vacina tem reflexo direto na diminuição dos casos e de gastos com medicamentos para tratamento de infecções secundárias, com internações hospitalares e da mortalidade. A aplicação é segura e protege contra os três principais vírus que circulam no Hemisfério Sul no ano anterior ao da vacinação – entre eles, o da Influenza A (H1N1).

Patrícia Wiederkehr salienta que, ao contrário do que muitas pessoas pensam, a vacina não provoca gripe, uma vez que é produzida a partir do vírus inativado (morto). Outro mito está ligado à gestação. Ela afirma que as futuras mamães podem ser imunizadas em qualquer etapa da gravidez, sem nenhum risco. Lembra ainda que, durante a pandemia da gripe A em 2009, as gestantes foram consideradas grupo de alto risco para infecções causadas pelo vírus da Influenza. “Nesse caso, a principal intervenção preventiva é, sem dúvida, a vacinação”, enfatiza. A Sociedade de Geriatria do Rio Grande do Sul e a Associação de Ginecologia e Obstetrícia do Rio Grande do Sul lançaram campanhas advertindo sobre a importância da vacina para crianças e gestantes.

 Dados do Ministério da Saúde indicam que, entre adultos saudáveis, a vacina pode prevenir entre 70% e 90% a ocorrência de gripe. Entre idosos, reduz as doenças graves e complicações em até 60%, e as mortes, em 80%. A vacinação ainda diminui entre 32% e 45% as hospitalizações por pneumonias.

Tags: , , ,


Sobre o autor

é composta por por cinco profissionais de comunicação. Formados em jornalismo e relações públicas, produzem matérias referentes a zona Sul de Porto Alegre e também de interesse desse público. Contato com a editora, Letícia Mellos. Jornalista formada pela Unijuí - RS



Volta para o início ↑