Como quem vê um projeto muito esperado chegar próximo da sua concr..." /> Posto da Tristeza: segue o impasse para início das obras - Portal Meu Bairro


Notícias

Publicado em maio 18th, 2012 | Por Redação Meu Bairro

Posto da Tristeza: segue o impasse para início das obras

Como quem vê um projeto muito esperado chegar próximo da sua concretização, a comunidade continua aguardando que a reforma do Posto de Saúde do Bairro Tristeza tenha início. As obras, aguardadas há sete anos, deveriam já estar em andamento, mas como a Procuradoria Geral do Município ainda não liberou a sua licitação, a comunidade segue aguardando.

Schirley Ferreira, presidente do Grupo de Empresários da Tristeza (GET), que esteve em diversas ocasiões presente em reuniões com a prefeitura sobre o assunto, acredita que há o interesse do Poder Público em realizar a ação.

Para Schirley, inclusive, a comunidade ficaria mais bem atendida se durante a obra as ações do posto ficassem alocadas na Igreja Sagrado Coração de Jesus, e não no Posto de Saúde do Bairro Camaquã, como sugeriu Luciano Oliveira, Coordenador de Projetos Especiais da Secretaria de Saúde, em recente entrevista à Revista Meu Bairro. “Acreditamos que o deslocamento para o Posto Camaquã acabaria sendo um desconforto para a comunidade”, explica.

A presidente do grupo de empresários disse também estar preocupada com o atraso. “Todo o processo com o bem Público deve ser lícito e transparente, mas esperamos que não sejam necessários mais sete anos (tempo que o processo de reforma do posto tramita dentro da Secretaria da Saúde, segundo a coordenadora do posto) para que a comunidade de 30 mil usuários venha a ser contemplada”, salienta.

Procuradoria Geral do Município explica que processo é natural e não está em atraso:

Em contato com a Revista Meu Bairro, a PGM emitiu nota explicando que o processo pelo qual a reforma passa é natural. De acordo com a Procuradoria, a única diferença está no número de postos contemplados nessa mesma licitação. Geralmente, cada obra de melhoria para postos de saúde tem uma licitação, nessa, ao contrário, 30 obras estão incluídas na mesma licitação. Segue a nota:

A reforma da Unidade Básica de Saúde Tristeza está contemplada em um processo licitatório para contratação de empresa que realizará reforma e manutenção de 30 postos de saúde. Esse processo está em fase final de análise na Procuradoria de Licitações e Contratos da PGM. No entanto, não tenho como te informar, no momento, sobre a data de publicação do edital.

Leia Mais:

Reforma do Posto da Tristeza emperra na burocracia

Tags: , , , ,


Sobre o autor

é composta por por cinco profissionais de comunicação. Formados em jornalismo e relações públicas, produzem matérias referentes a zona Sul de Porto Alegre e também de interesse desse público. Contato com a editora, Letícia Mellos. Jornalista formada pela Unijuí - RS



Volta para o início ↑