fbpx


Saúde

Publicado em julho 24th, 2013 | Por Redação Meu Bairro

Espaço dedicado à saúde de mães e bebês é inaugurado no Cristal

A comunidade dos bairros Glória, Cruzeiro e Cristal, através da Unidade de Saúde da Família (USF) Divisa recebeu nesta terça-feira, 23, o Espaço Aconchego Mãe-bebê, que tem por objetivo melhorar os indicadores de saúde, promover a qualidade de vida e reduzir o adoecimento e a mortalidade materna e infantil. O projeto, localizado na rua Upamoroti, 735, no bairro Cristal, foi desenvolvido pela área técnica de Nutrição e Política de Humanização, pretende ainda assegurar o fortalecimento do vínculo mãe-bebê e a prática do aleitamento.

Para Bruna Silva de Oliveira, 24 anos, estudante, e mãe de Sofia, de quatro meses e meio, as orientações dos profissionais da USF deram muita segurança e tranquilidade para amamentar exclusivamente com leite materno. “Assim que soube da gravidez, iniciei pré-natal aqui na USF. Minha filha é muito saudável, ativa e esperta durante o dia e uma criança de sono tranquilo à noite”. A jovem mãe disse que, se escolher ter mais filhos, também investirá na amamentação exclusiva até os seis meses de vida. “O bebê de uma amiga, que precisou ficar muito tempo na UTI Neonatal,não conseguiu mamar no peito e hoje sofre com problemas respiratórios no inverno. Minha bebê, graças ao aleitamento, nunca ficou gripada,” compara Bruna. O horário de funcionamento da unidade é das 8h às 17h, de segunda à sexta-feira.

Prefeitura promete 15 espaços similares

Essa estrutura é a quarta dos 15 espaços que serão implantados em serviços da rede de atenção básica em saúde da Capital. O projeto envolve as equipes de saúde da Rede Amamenta Brasil, acompanhadas por tutor do Grupo de Trabalho em Humanização, numa perspectiva de abordagem integral, acolhedora, resolutiva e humanizada. “O espaço representa mais um passo na busca da integralidade e da qualificação do atendimento de mães e bebês em nível de atenção básica. Além do fortalecimento do vínculo mãe-bebê e de toda a família, o novo dispositivo visa também melhorar a qualidade de vida e os indicadores de saúde da região”, afirmou Carmen Stein, coordenadora da área técnica de Nutrição da SMS.

A partir da implantação deste espaço de escuta e orientação a USF espera atingir indicadores mais favoráveis de aleitamento materno e, desta forma, promover mais saúde para a população. Segundo o Programa de Melhoria do Acesso e da Qualidade na Atenção Básica (PMAQ 2013), a taxa de aleitamento materno exclusivo até 6 meses é de 55% na região de abrangência da unidade, que possui uma população de 1.126 mulheres com idade acima de 15 anos, sendo que a faixa etária das gestantes varia entre 17 e 28 anos.


Sobre o autor

é composta por por cinco profissionais de comunicação. Formados em jornalismo e relações públicas, produzem matérias referentes a zona Sul de Porto Alegre e também de interesse desse público. Contato com a editora, Letícia Mellos. Jornalista formada pela Unijuí - RS



Volta para o início ↑