Saúde

Published on fevereiro 8th, 2018 | by Redação Meu Bairro

0

Alga é encontrada em margem e DMAE monitora Orla do Guaíba

Técnicos do Departamento Municipal de Água e Esgoto (DMAE) encontraram a presença de macrófitas (aguapés) próximo à margem, na Vila Assunção, altura do antigo Bar Timbuka. Eles acreditam que isso se deva em razão do baixo nível de água do manancial e, segundo os testes analisados, pesar da presença das macrófitas, a água do Lago está límpida e não apresenta a coloração esverdeada característica de floração de microalgas ou cianobactérias. “Além disso, até o presente momento os resultados dos monitoramentos dos pontos de captação não indicam alteração nas características do manancial, bem como as análises de água tratada, coletadas em diversos pontos das redes de distribuição, permanecem dentro dos limites estabelecidos pelo Ministério da Saúde e a legislação vigente.”, diz em nota o DMAE.

Cianobactérias – Em períodos de estiagem, a possibilidade de desenvolvimento de microalgas e cianobactérias no Lago Guaíba é alta devido à combinação de fatores climáticos (temperatura elevada, baixa cobertura de nuvens, pouco vento e baixa precipitação pluviométrica).

As cianobactérias liberam o composto MIB (2-Metilisoborneol), que dá à água o característico gosto terroso. Essa substância não traz riscos à saúde e a água tratada pelo Dmae segue sendo potável e pode ser consumida com segurança.


About the Author

é composta por por cinco profissionais de comunicação. Formados em jornalismo e relações públicas, produzem matérias referentes a zona Sul de Porto Alegre e também de interesse desse público. Contato com a editora, Letícia Mellos. Jornalista formada pela Unijuí - RS



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to Top ↑

  • Comp-3


  • Anúncio Google

  • Anúncio Google

  • pequena