fbpx


Eleições 2016

Publicado em 2 de janeiro de 2017 | Por Redação Meu Bairro

0

Marchezan toma posse prometendo revolução política

O primeiro dia de Nelson Marchezan Júnior à frente da Prefeitura de Porto Alegre começou já com grandes desafios. Prometendo “não perder a ligação com as ruas”, o novo prefeito salientou os desafios de administrar a cidade diante da crise econômica que o país atravessa. Fez um duro discurso em relação à forma de fazer política e sobre a necessidade de mudar o que não deu certo. “Não chegamos até aqui para fazer mais do mesmo que não funcionou, e também não chegamos até aqui para fazer menos do que aquilo que é esperado que seja feito”, disse, reiterando o contrato firmado com o vice Paim, de compromissos assinados durante a campanha eleitoral.

Marchezan contradisse Fortunati logo em seu discurso de posse ao dizer que Porto Alegre enfrenta uma conjugação sem precedentes na crise das finanças públicas, na crise da administração pública, na economia, na política e nos modelos e nos valores. Segundo ele, esses números são fruto da ganância, da irresponsabilidade e do egoísmo de alguns. “O nosso propósito é muito simples, fazer a prefeitura funcionar para as pessoas, principalmente para os mais desassistidos.” Fortunati, contudo, na semana anterior disse entregar a Prefeitura em uma situação muito melhor que outras capitais.

O prefeito eleito reforçou a necessidade dos homens públicos recuperar o território de agentes que podem realizar a verdadeira mudança que transforma a vida das pessoas. “Precisamos mudar a atitude, mudar a forma de fazer a cidade e iniciar o novo tempo onde as pessoas recuperem a confiança no poder público e em nós”, disse, garantindo que a nova forma de fazer política é pautada por audácia, coragem, ousadia, inconformismo e vontade de fazer mais e melhor. “Os tempos mudam e nós precisamos mudar e avançar.”

Próximas medidas – Marchezan disse que nos próximos dias deve anunciar o restante do secretariado. Informou, também, que a partir desta segunda-feira, 2, serão realizadas análises e adotadas novas medidas, a serem divulgadas quando estiverem consolidadas. Lembrou, ainda, que a reforma administrativa será votada também nesta segunda, na Câmara de Vereadores. “Contamos com a colaboração dos vereadores para que nos próximos 120 dias a gente apresente as principais modificações para reorganizar as estruturas de governo.”


Sobre o autor

é composta por por cinco profissionais de comunicação. Formados em jornalismo e relações públicas, produzem matérias referentes a zona Sul de Porto Alegre e também de interesse desse público. Contato com a editora, Letícia Mellos. Jornalista formada pela Unijuí - RS



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Volta para o início ↑