Notícias confronto camara

Publicado em 11 de julho de 2018 | por Juliana de Brites

0

Municipários entram em confronto com Guarda Municipal na Câmara

Municipários e agentes da Guarda Municipal entraram em confronto durante manifestação que ocorre em frente à Câmara de Vereadores na tarde desta quarta-feira, 11. Os servidores municipais estão impedidos de entrar no Plenário Otávio Rocha, onde vereadores votam projetos que afetam os funcionários do município.

A pedido do prefeito Nelson Marchezan Júnior, a ordem de projetos do Executivo priorizados para votação foi alterada. Hoje, em vez da sessão plenária sobre a extinção de fundações culturais, foi priorizada a votação do projeto do Executivo que institui o regime de Previdência Complementar e que altera o Estatuto os Funcionários Públicos.

Servidores ligados ao Sindicato dos Municipários de Porto Alegre (Simpa) contrários ao projeto ocupam as galerias do plenário para acompanhar a sessão. Mas a grande parte dos funcionários municipais estão do lado de fora, manifestando-se contrários à proposta apreciada na Câmara.

Sessões extraordinárias priorizam projetos em regime de urgência

A Câmara Municipal realizará quatro sessões extraordinárias no total, entre a noite de hoje e a manhã de sexta-feira, 13. Também serão votados o projeto que modifica o cálculo do IPTU e o veto parcial da Prefeitura às alterações promovidas pelos vereadores na Lei Geral dos Táxis. Estes projetos estão em regime de urgência, de modo que nada mais pode ser votado se esses não forem analisados antes.


Sobre @ colunista

é jornalista formada pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).




Comente no Facebook


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Início ↑

  • Comp-3


  • Anúncio Google

  • Anúncio Google

  • pequena