fbpx


Comunidade

Publicado em outubro 31st, 2018 | Por Juliana de Brites

0

Moradores fazem petição contra derrubada de mata atlântica em Ipanema

Moradores do bairro Ipanema fizeram um abaixo-assinado para apelar pela preservação da mata atlântica na zona sul de Porto Alegre. A mobilização dos moradores ocorre devido à construção de um empreendimento no bairro, com a derrubada de 13 hectares de mata. O projeto prevê, ainda, a canalização do Arroio Espírito Santo, localizado na Orla do Guaíba.

Na petição, os moradores afirmam que “A área de mata nativa, bem como a sua fauna com espécies em Risco de Extinção, estão ameaçados pelo empreendimento da empresa MAIOJAMA que pretende construir um loteamento com prédios residenciais. Os cidadãos se preocupam com as possíveis alterações no microclima da região, com o desalojamento de espécies de animais (Bugio-Ruivo-Alouatta guariba), com a derrubada de árvores típicas de Mata Atlântica e a preservação do Arroio Espírito Santo”, diz o documento.

https://www.obugio.org.br/petitions/nao-a-derrubada-de-mata-atlantica-e-nao-a-canalizacao-do-arroio-espirito-santo-em-porto-alegre?time=1540507944

A Secretaria Municipal do Meio Ambiente e da Sustentabilidade (Smams) reemitirá nos próximos dias a Licença de Instalação do Loteamento Ipanema. O loteamento deve ser construído na avenida Guaíba, bairro Espírito Santo, tendo como empreendedor a empresa Maiojama Participações Ltda. Em 1996, a mesma licença ambiental já havia sido emitida pela Fundação Estadual de Proteção Ambiental – RS (Fepam), LI Nº 0321/1996.

Loteamento – A Licença de Instalação emitida pela Smams diz respeito apenas ao loteamento (divisão de quadras) e não ao projeto construtivo, cuja área totaliza 70.641,86 m². Ainda assim, o projeto respaldado pelo STF deve repassar aproximadamente R$ 2,5 milhões como Certificado de Compensação por Transferência de Serviços Ambientais (CCTSA) e também entregará uma praça urbanizada de 37.252,34 m² à população de Porto Alegre.

A petição organizada pelos moradores é assinada por: Clube do Professor Gaúcho; Associação dos Moradores do Guarujá; Associação Gaúcha de Proteção ao Ambiente Natural; Associação dos Moradores do Bairro Ipanema; ONG Toda Vida; Centro Comunitário de Desenvolvimento; Rádio Ipanema Comunitária; Coletivo Ambiente Crítico; Associação dos Moradores do Portal do Guarujá e representantes do Greenpeace em Porto Alegre.


Sobre o autor

é jornalista formada pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Contato: juliana@meubairropoa.com



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Volta para o início ↑