Ensino

Published on agosto 9th, 2018 | by Redação Meu Bairro

0

Estudantes de medicina da UFRGS relatam assédio no Facebook

Conseguir dizer o que se está sentindo é o primeiro passo para lidar com dificuldades emocionais. E, mesmo que anonimamente, alguns anos do curso de medicina da UFRGS estão dizendo o que os está incomodando e tornando a vida mais difícil.

Na página Previamente Hígido eles dizem seu sexo, idade e relatam as situações de abuso moral que sofreram enquanto alunos da instituição. Previamente hígido significa previamente saudável, antes de estar doente.

De acordo com o grupo responsável pela página, que prefere não se identificar, mais de um quarto dos estudantes de medicina sofre de depressão ou tem sintomas da doença, e mais de um em cada 10 estudantes referem ter tido ideação suicida durante a faculdade. “O Previamente Hígido foi criado para dar a chance aos alunos de medicina da UFRGS de exporem suas vivências no curso que afetam/afetaram sua saúde mental, questões essas muitas vezes negligenciadas pela faculdade. Queremos ouvir histórias, para que todos possam ter a chance de desabafar; queremos compartilhar histórias, para que outros possam ver que não estão sozinhos.”.

Vale lembrar que o CVV (Centro de Valorização da Vida) pode ser contatado através do telefone 188. O centro presta serviço voluntário e gratuito de apoio emocional para todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo. A ligação é gratuita!


About the Author

é composta por por cinco profissionais de comunicação. Formados em jornalismo e relações públicas, produzem matérias referentes a zona Sul de Porto Alegre e também de interesse desse público. Contato com a editora, Letícia Mellos. Jornalista formada pela Unijuí - RS



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to Top ↑

  • Comp-3


  • Anúncio Google

  • Anúncio Google

  • pequena